terça-feira, 5 de setembro de 2017

ENQUANTO O DINHEIRO PÚBLICO CONTINUA SENDO ESCOADO PELOS PORÕES DA CORRUPÇÃO AS GUARDAS MUNICIPAIS AGONIZAM


Igualmente a qualquer brasileiro que tem sido vítima e refém da violência, os Guardas Municipais de todo o Brasil também ficaram perplexos e indignados, nessa terça-feira (05/09), com as imagens divulgadas pela Policia Federal de malas abarrotadas com dinheiro provenientes da corrupção, encontradas em um apartamento na Bahia.

Enquanto meia dúzia de canalhas trabalha diuturnamente para meter a mão no dinheiro público, a população literalmente agoniza sem segurança, saúde, educação, moradia, emprego e alimentação. Os profissionais da segurança pública, que tem dado sangue e pagado com a própria vida para combater a criminalidade, também carrega sua parcela de sofrimento provocado por toda essa bandalheira.

Tidos como o elo mais fraco da segurança pública, dada à desatenção dos prefeitos e do governo federal, os Guardas Municipais tem sido o seguimento que mais tem sentido na pele os impactos de todo esse descaso na administração pública.

São salários baixos e defasados, falta de armamento e coletes balísticos, viaturas sucateadas, não há uma qualificação continuada, plano de carreira, em fim, falta de tudo, enquanto o dinheiro público escapole pelos porões da corrupção dos poderes legislativo, executivo e até do judiciário.

A omissão por parte de setores que deveriam ser os primeiros a levantar a bandeira de repúdio contra todo esse descaso e em favor do povo, tem sido vergonhosa. Sumiram todos. Não há mais sindicatos, associações, central sindical, movimentos populares, parece-nos que dessa vez fomos abandonados literalmente.
GM NOTÍCIA-AL    

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

MAIA QUESTIONA “NECESSIDADE” DE ESTABILIDADE PARA FUNCIONÁRIO PÚBLICO



A tão sonhada estabilidade garantida pelo serviço público pode estar ameaçada. Presidente da República em exercício, Rodrigo Maia questionou, nesta segunda-feira (4), durante o Fórum Exame, a necessidade de manter o benefício. “Existem áreas em que será necessária alguma estabilidade, outras não são necessárias”, disse.

Maia citou como argumento para uma possível mudança no status dos servidores à falta de recursos para a Previdência e defendeu ainda a privatização das empresas públicas. “Não precisamos privatizar para zerar o déficit público, mas para ter certeza de que sabemos que, nas mãos do setor privado, [as empresas] são mais eficientes”, completou.
Fonte: Metro1

Opinião do Blog

O povo brasileiro e, em especial os servidores públicos, sabem perfeitamente que é de estremo interesse da classe política corrupta e descompromissada com a sociedade ter pessoas da sua "ilibada" confiança gerindo setores estratégicos da administração pública, por tanto, querer acabar com a instabilidade e implementar a terceirização no setor publico, representa, sobre tudo, entregar a máquina pública de porteira fechada aos corruptos.
GM NOTÍCIA-AL     

ARMAS APREENDIDAS PODEM SER DOADAS A ÓRGÃOS DE SEGURANÇA PÚBLICA


O Ministério da Defesa regulamentou a doação de armas apreendidas para órgãos de segurança pública, conforme previsão do Decreto 8.938, editado no fim do ano passado. A instrução do Comando do Exército com os procedimentos para a doação foi publicada no dia 11 de agosto no Diário Oficial da União.

De acordo com as regras estabelecidas pela Direção de Fiscalização de Produtos Controlados (DFPC), e que já valem a partir de hoje, as armas e munições apreendidas entregues ao Exército devem ser identificadas em um guia, a ser preenchido pela autoridade que entrega o armamento.

A prioridade de doação e os órgãos que serão contemplados serão relacionados em outro documento preenchido pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e remetido ao DFPC.

Tanto o órgão policial responsável pela apreensão das armas quanto o que não tem nenhum armamento apreendido podem se manifestar à Senasp indicando o interesse pela doação do material.

Se a instituição tiver feito à apreensão, o prazo para a manifestação que indique o interesse ou a necessidade pelo armamento é de dez dias após o envio do material ao Exército pelo juiz competente. Outros órgãos interessados podem se manifestar a qualquer momento.

As armas passíveis de doação são: carabina, espingarda, fuzil e metralhadora. Segundo a instrução, estas armas não poderão ser pré-destruídas até decisão da DFPC. Armamentos com brasão oficial também não podem ser destruídos.

As armas só serão destruídas se não atenderem aos requisitos estabelecidos pelo decreto que estabelece a doação e se forem oriundas da Campanha do Desarmamento.

O Exército receberá as armas e munições apreendidas em local isolado das demais instalações, a partir de agendamento de entrega, conferência dos documentos, do equipamento e procederá para registrar, lotear e guardar o material. No ato da conferência física, será realizada rigorosa inspeção para checar se as armas estão descarregadas.

O total de armas apreendidas e doadas será apresentado em relatório semestral. O controle de armas passíveis de doação também será feito por meio de relatório. A instrução também estabelece regras para o transporte, o acondicionamento e a destruição das armas de fogo que não puderem ser doadas.

Fonte: Agência Brasil

GMs DO GAAO PRENDE EM FLAGRANTE SUSPEITOS DE ARROMBAR PRÉDIO DA JUNTA MÉDICA


Na noite do último sábado (02/09) homens do Grupo de Ação e Apoio Operacional (GAAO), após ser acionados por telefone por populares, se deslocaram até a Junta Médica, no Centro de Maceió, para averiguar denúncia de que o prédio estaria sendo arrombado.

Ao chegarem ao local os GMs se depararam com uma guarnição da Operação Policial Litorânea Integrada (OPLIT), que também havia acabado de chegar. Com auxilio de uma escada, os GMs adentraram ao prédio e, após realizar varredura, conseguiram encontrar e prender em flagrante dos homes.

Wesley Alexandre dos Santos, vulgo “Rodrigo” e Maciel dos Santos, vulgo “jiboia”, foram encontrados com o produto do roubo - nobreadks, perfuradores de papel, cartuchos para impressora e rolos de fios de cobre – e conduzidos a Central Integrada de Polícia da capital (CODE).
GM NOTÍCIA-AL 






domingo, 3 de setembro de 2017

CONDUTOR DE MOTOCICLETA É PRESO APÓS AMEAÇAR DE MORTE GUARDA DE TRÂNSITO EM SÃO MIGUEL DOS CAMPOS

De acordo com boletim de ocorrência registrado na 74ª Delegacia de Polícia de São Miguel dos Campos, na noite de sábado (02/09), José Anderson da Silva, de 30 anos, teve a sua motocicleta apreendida e conduzira as dependências da SMTT, durante uma blitz realizada por Guardas de Trânsito, quando o mesmo fazia transporte irregular de passageiro atuando como moto taxista.

Visivelmente alterado por conta da apreensão do veículo, o condutor teria se dirigido e adentrado ao pátio da SMTT sem ser autorizado e, de forma grosseira, teria tentado resgatar a motocicleta sem pagar os encargos previstos na legislação de trânsito, chegando inclusive a exigir que o diretor de trânsito daquele município autorizasse de imediato a liberação do veículo.

Percebendo que a atitude do condutor poderia desencadear uma agressão física contra o diretor de trânsito, Guardas Municipais que se encontravam no local teriam empregado o uso da força necessária e afastando o condutor do local. Mas tarde, os GMs tomaram conhecimento que o mesmo rondava a cidade numa tentativa de encontrar e matar o Guarda de Trânsito que teria lhe multado.

Sob o comando da Inspetora Ana Kátia, uma guarnição da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), passou a realizar diligências na cidade no sentido de localizar e deter o motociclista. O mesmo só veio a ser encontrado e detido na manhã deste domingo (03/09), quando foi conduzido a delegacia local.
GM NOTÍCIA-AL

sábado, 2 de setembro de 2017

GUARDAS MUNICIPAIS DE MACEIÓ PARTICIPAM DE OPERAÇÃO CONJUNTA NA ORLA LAGUNAR


Guardas Municipais que integram o 4º GO da Ronda Ostensiva Municipal (ROMU), participaram de uma operação de reordenamento da orla lagunar de Maceió. Além de outros órgãos da prefeitura, também participaram agentes das forças de segurança.

A operação teve como objetivo a desobstrução, demolição e retirada de veículos, animais e construções irregulares presentes em todo o canteiro central da orla lagunar.

O desenrolar da operação foi acompanhado de perto pelo Inspetor Geral da Guarda Municipal, Edson Cavalcante, pelo titular da SEMSCS, Ivon Berto, e demais representantes dos órgãos envolvidos na operação.

Guardas Municipais, Policiais da OPLIT, do Batalhão Ambiental e Agentes da SMTT se encarregaram do tráfego de veículos no local e da segura do perímetro, tudo para assegurar a execução do trabalho dos fiscais.

Um dos GMs que participou da operação disse ao GM NOTÍCIA-AL que a meta do trabalho conjunto realizado nesse sábado foi de desobstruir a avenida da orla lagunar, deixando-a livre de obstáculos de modo a facilitar a locomoção dos moradores, pedestres e condutores que trafegam naquela via.

GM NOTÍCIA-AL  





RECOMENDAÇÃO DO MINISTÉRIO PÚBLICO DE CONTAS DE ALAGOAS PODE ACABAR COM A CONTRATAÇÃO DE GUARDAS MUNICIPAIS SEM CONCURSO PÚBLICO


Procurador MPC/AL,  Rafael Rodrigues.
A recomendação para que as prefeituras de Alagoas – salvo Maceió - devam participar de consórcio visando à realização conjunta de concurso público para substituir servidores contratados irregularmente, foi expedida pelo procurador da 3ª Procuradoria de Contas do estado, Rafael Rodrigues.

Tal recomendação do MPC/AL, objetiva obrigar as prefeituras a cumprir a Instrução Normativa nº 01/2012, do Tribunal de Contas de Alagoas, a qual disciplina a fiscalização da contratação de serviços para organização e execução de concursos públicos.

De acordo com a recomendação, os prefeitos alagoanos têm até 15 dias para informar se vão atender ou não a recomendação. Caso não se posicione nesse prazo o Ministério Público de Contas interpretará tal silêncio como sendo uma recusa ao cumprimento.

Segundo informações do MPC/AL, 15 prefeituras já teriam manifestado interesse em aderir ao consórcio que possibilitará a participação de várias prefeituras em um único concurso público para cargos diversos, dentre eles, o de Guarda Municipal.

O procurador Rafael Rodrigues lembrou que, os prefeitos que não obedecerem a essa recomendação estarão sujeitos a sanções administrativas podendo vir a responder por ato de improbidade administrativa.

Um dirigente do Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Alagoas destacou numa rede social, na tarde deste sábado (02/09), que a entidade já havia formulado denúncia contra 16 prefeituras que mantêm servidores contratados exercendo irregularmente a profissão de Guarda Municipal, e que continua aguardando uma posição do Ministério Público.

O texto da recomendação pode ser lido na íntegra no Diário Oficial do Tribunal de Contas de Alagoas, do dia 31 de agosto.

DIÁRIO DO TRIBUNAL DE CONTAS
GM NOTÍCIA-AL 

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

SELEÇÃO DE GMs PARA PARTICIPAR DE CURSO DE TIRO GERA INSATISFAÇÃO


O clima não está nada agradável em meio a um grupo de GMs que atuam nos postos fixos de Maceió e que se encontram apto a realizar o teste prático de tiro visando à obtenção do porte de arma de fogo.

Essa semana a SEMSCS divulgou uma relação nominal com 30 GMs, todos também aptos a participarem de um curso prático de tiro no Batalhão de Operações Especiais da Polícia Militar (BOPE).  

A priorização das vagas para esse curso aos membros dos grupamentos GAAO, ROMU, BIKE PATRULHA e GPOP teria sido a principal causa da insatisfação dos Guardas Municipais que atuam nos postos fixos.

Os GMs reivindicam que a indicação para o teste prático de tiro, independentemente do número de vaga que venha a ser ofertado, obedeça à ordem classificatória do último curso de capacitação realizado para regularizar o porte de arma da categoria.  

Na Guarda Municipal de Maceió existe cerca de 200 GMs que participaram do último curso de capacitação e aguardam tão somente a realização do teste prático de tiro para poder portar arma como instrumento de trabalho.
GM NOTÍCIA-AL