sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

SEMSC FAZ AVALIAÇÃO POSITIVA DAS AÇÕES EM 2014

O ano de 2014 foi de muito trabalho para a Secretaria Municipal de Segurança Comunitária e Cidadania (Semsc). Equipes dos setores administrativo e operacional desenvolveram diversas ações marcadas por medidas moralizadoras e reconstrutivas, muitas delas, foram implementadas em 2013 com continuidade neste ano.

Para o gestor da Semsc, Edmilson Cavalcante, mesmo com a crise econômica que continua afetando os municípios brasileiros em 2014, notadamente as capitais, pode-se afirmar que o diferencial foi ter gerido uma secretaria melhor equacionada. “Foi um período positivo. Reconhecemos que muito precisa ser feito e ainda iremos avançar muito mais”, declarou o secretário.

Ações

Entre as principais ações desenvolvidas pela equipe de Segurança Comunitária e Cidadania está a renovação do trabalho administrativo. A implantação do controle de frequência de servidores, através do ponto eletrônico e controle das férias dos servidores em consonância com as escalas de serviço. Medidas de economia como implantação de chip eletrônico na frota de veículos para controle efetivo do uso de veículos e do consumo de combustível.

Outra ação de destaque foi a entrega de novos uniformes para todos os componentes da Guarda Municipal de Maceió, necessidade antiga das equipes da Guarda. Cada conjunto de fardamento continha camisas, calças, coturnos, cintos e bonés, no total de 9.262 peças.R$ 900 mil em recursos federais foram investidos, a verba foi conquistada por meio de projetos apresentados pelo município. 

Na área operacional destaca-se a inclusão da Guarda Municipal de Maceió na Rede Nacional de Integração de Informações de Segurança Pública, Justiça e Fiscalização (Infoseg), visando contribuir com a segurança pública por meio da condução de pessoas com prisão decretada pela justiça e apreensão de veículos com registro de roubo ou furto; realinhamento das ações dos Guardas Municipais do Grupo de Atenção à População de Rua com o objetivo contribuir com a proteção aos moradores de rua, através de consistente parceria com a Secretaria Municipal de Ação Social (Semas).

Guarda Faz Escola

Além de ter as atividades retomadas, o projeto Guarda Faz Escola ganhou a parceria com a Secretaria Municipal de Educação (Semed) e participação integrada de professores, alunos, Guarda Municipal e a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (SMTT). O projeto visa o desenvolvimento de uma consciência cidadã e uma cultura de Paz nas escolas da rede pública municipal com recursos do Programa Nacional de Segurança com Cidadania (Pronasci) e de um convênio firmado entre o município e a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).

Destaques

Outras ações de destaque foram: o replanejamento operacional da Guarda Municipal visando dar maior alcance às ações de proteção aos bens e serviços do Município de Maceió; apoio à Superintendência Municipal de Controle do Convívio Urbano (SMCCU) nas atividades de controle urbano, com destaque para o Centro de Maceió (Calçadão do Comércio e ruas adjacentes); parceria com a Polícia Militar do Estado de Alagoas na preparação de componentes da Guarda Municipal para atuar na solução de conflitos relacionados a som alto.

Destacam-se também o apoio à Polícia Militar de Alagoas, na capital alagoana, durante as eleições 2014 (1º e 2º turnos) atuando na guarda das urnas; e a atuação ostensiva da Guarda Municipal nos eventos públicos promovidos pelo Município de Maceió, com ênfase para o Carnaval, São João, Copa do Mundo e Maceió Verão.

A Semsc também atuou no programa “Crack, é possível vencer”, promovendo uma oficina com os representantes dos órgãos municipais que integram o Comitê Local de Enfrentamento do Crack e outras Drogas. O objetivo do programa é prevenir o uso do crack, além de incentivar o tratamento e a reinserção social dos usuários.

A Semsc também deu prosseguimento ao trabalho do grupamento de Bike Patrulha, que realiza patrulhamento preventivo na extensão da orla marítima de Maceió. Já o Grupamento de Apoio e Ação Operacional (GAAO) atuou intensamente, e a novidade em 2014 foi a implantação da base avançada de atividades da Guarda Municipal de Maceió, no Benedito Bentes, em julho. O projeto Judô na Guarda levou o esporte como inclusão social às crianças e adolescentes que vivem nas imediações da sede da secretaria.

Em 2015

Para 2015, segundo Edmilson Cavalcante, as projeções são positivas também. Entre elas está a implantação de uma Central de Videomonitoramento e de uma comunicação digital. Outro projeto que deve ser colocado em prática são os quadrantes comunitários: uma atividade ostensiva da Guarda Municipal em áreas delimitadas tendo como ponto principal o entorno de uma ou mais escolas existentes no perímetro desses quadrantes, com o emprego da metodologia do policiamento de proximidade (polícia comunitária).

Pretende-se também, efetivar a ativação do Grupo de Gestão Integrada (GGIM) voltado para as questões de segurança do Município de Maceió. Outra meta é construir o Plano Municipal de Segurança Cidadã para Maceió. Com isso, haverá uma aproximação da comunidade na discussão dos assuntos relacionados à sua segurança.
Fonte: Secom Maceió


EM ASSEMBLEIA GMs APROVAM NOVA ELEIÇÃO DO SINDGUARDA-AL PARA JANEIRO

Reunidos numa assembleia extraordinária, realizada no pátio da SEMSC, no último dia 23 de dezembro, os Guardas Municipais de Alagoas, através da maioria dos votos, aprovaram a realização de uma nova eleição para o SINDGUARDA-AL no dia 16 de janeiro de 2015 (sexta-feira).

Entre os poucos Guardas Municipais sindicalizados que se posicionaram contra a essa data, para realizar a eleição, apareceu o presidente do SINDGUARDA-AL, Cleif Ricardo, que reconheceu ser curto o prazo de 21 dias para chamar nova eleição já que permanecerão os mesmos problemas que motivaram a anulação do primeiro pleito eleitoral, que foi a inadimplência de algumas prefeituras que descontam a contribuição associativa e não repassam para a entidade.

Rumores dão conta de que há uma grande possibilidade de haver uma junção das chapas que concorreram a primeira eleição, no entanto, as divergências de pensamento e até a visão ideológica político partidário podem descartar essa possibilidade.

Informação confirmada pelo próprio presidente do SINDGUARDA-AL, Cleif Ricardo, é que o mesmo juntamente com outros GMs que compuseram a Chapa 1 não irão concorrer nessa nova eleição.
GM NOTÍCIA-AL
  





segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

SINDGUARDA-AL CONVOCA NOVA ELEIÇÃO PARA JANEIRO DE 2015

Após decisão da Comissão Eleitoral que resultou na anulação da eleição do Sindicato dos Guardas Civis Municipais de Alagoas (SINDGUARDA-AL), realizada no último dia 21 de novembro, o presidente da entidade, Cleif Ricardo, divulgou novo edital convocando uma assembleia geral da categoria para o dia 23 de dezembro (terça-feira), às 08:30 horas, na sede da Guarda Municipal de Maceió, onde deverá ser referendada a realização de uma nova eleição.

De acordo com o estatuto social da entidade apenas poderá participar dessa nova eleição as mesmas chapas que concorreram no primeiro pleito eleitoral. Além das cidades com Guardas Municipais sindicalizados que já tinham poder de voto, serão inclusas no processo eleitoral aquelas cidades que haviam sido excluídas na eleição anterior por terem apresentado, segundo a comissão eleitoral, problemas relacionados à contribuição associativa.

A eleição do SINDGUARDA-AL foi anulada depois que um grupo de Guardas Municipais sindicalizados de cidades do interior alagoano questionou formalmente o fato de terem tido o direito de voto cerceado.
GM NOTÍCIA-AL


VEJA O EDITAL CONVOCANDO NOVA ELEIÇÃO:  


quarta-feira, 17 de dezembro de 2014

PREFEITURA DE MACEIÓ VAI EXONERAR MAIS SERVIDORES COMISSIONADOS NO DIA 31

Exonerações vão afetar todas as pastas; previsão de economia é de R$ 600 mil por mês.

Para driblar a crise financeira, a Prefeitura de Maceió anunciou, nesta quarta-feira (17), que vai cortar mais 6% dos cargos comissionados existentes atualmente. As demissões estão programadas para acontecer no dia 31 de dezembro e serão publicadas no Diário Oficial. Com as novas exonerações, a prefeitura vai alcançar a meta de redução de 20% das despesas do município. Até agora, os cortes já feitos representaram 14% desse total. 

De acordo com a Prefeitura Maceió, as demissões têm como objetivo garantir e assegurar a oferta dos serviços públicos essenciais para a população. Com os cortes, há previsão que sejam injetados mensalmente mais de R$ 600 mil nos cofres, um total de R$ 7,2 milhões em 12 meses. Ainda segundo a prefeitura, as demissões vão atingir todas as secretarias e órgãos. 

“As prefeituras de todo o Brasil estão com dificuldade para fechar as contas. Estamos trabalhando no sentido de passar com tranquilidade por esse momento”, explicou o secretário de Comunicação de Maceió, Clayton Santos. 

Outra medida adotada para enfrentar a crise financeira foi a redução dos salários do prefeito Rui Palmeira (PSDB) e dos secretários municipais. A crise também ameaça a realização do Festival de Verão de Maceió.

Fonte: gazetaweb

QUEM IRÁ AUTORIZAR O PAGAMENTO DO ADICIONAL NOTURNO AOS GMs DE MACEIÓ?

Foi o tempo no qual mandava quem podia e obedecia quem tinha juízo. De um lado o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, que visando o fim da última greve assegurou, tanto aos sindicatos quanto ao judiciário, que os servidores municipais não sofreriam cortes nos salários por terem aderido à greve. Do outro lado aparece o secretário da SEMSC, Edmilson Cavalcante, que, segundo o SINDGUARDA-AL, se mantém irredutível pelo não pagamento do adicional aos GMs grevistas sob a alegação de que tal ato pode gerar improbidade administrativa.

O secretário municipal de administração, Carlos Spegiorin, por sua vez, segundo o SINDGUARDA-AL, teria sido categórico frente a esse impasse e afirmado que o compromisso assumido com os sindicatos e com o poder judiciário estar mantido, ou seja, os Guardas Municipais, igualmente ocorreu com os demais servidores, não sofrerão corte salarial e irão sim receber o adicional noturno.

O problema é que a SEMARHP só poderá pagar tal adicional se a SEMSC lhe enviar relação nominal dos Guardas Municipais que fazem jus, como ainda não teria encaminhado tais informações permanece a incerteza do pagamento.

Pelo andar da carruagem esse impasse só deverá ser desfeito após uma intervenção do prefeito Rui Palmeira, que com certeza não deve querer ser taxado mais uma vez como descumpridor de acordo.

Correndo o risco de terem a ceia natalina reduzida os Guardas Municipais fazem uso da última arma que lhes resta e vai as ruas protestar mais uma vez numa tentativa de não terem seus salários reduzidos.

GM NOTÍCIA-AL    

sexta-feira, 12 de dezembro de 2014

SEMSC CONFIRMA AO SINDGUARDA-AL CORTE NO ADICIONAL NOTURNO NA FOLHA DE DEZEMBRO

O presidente do SINDGUARDA-AL, Cleif Ricardo, anunciou nesta sexta-feira (12), que a SEMSC irá cortar, nesse mês de dezembro, o adicional noturno dos Guardas Municipais que aderiram ao último movimento de greve ocorrido em novembro.

Caso esse ato administrativo do titular da SEMSC venha a se concretizar ficará evidente, mais uma vez, a quebra de mais um acordo por parte do prefeito Rui Palmeira para com a categoria, já que havia sido acordado com os sindicatos que servidor nenhum sofreria faltas nem cortes de qualquer natureza por terem aderido à greve.

Tamanha foi à gravidade dessa decisão da SEMSC que o SINDGUARDA-AL já convocou os Guardas Municipais para uma assembleia geral que deverá acontecer no dia 18 de dezembro (quinta-feira), às 08:30hs, em frente a SEMSC, no Conjunto Joaquim Leão, no Vergel, onde também dever se fazer presente representantes de outras entidades sindicais que também representam os servidores de Maceió.
GM NOTÍCIA-AL

Veja a convocação do SINDGUARDA-AL:
 
 

 

 

terça-feira, 2 de dezembro de 2014

PREFEITO DE MACEIÓ PROMETE REENCAMINHAR CONVÊNIO DO PORTE DE ARMA DOS GMs A PF


Numa entrevista concedida ao apresentador, Gernand Lopes, do Programa Fique Alerta, na tarde desta terça-feira (2), o prefeito de Maceió, Rui Palmeira, mais uma vez, reiterou que o processo que trata do porte de arma de fogo dos Guardas Municipais de Maceió será reencaminhado a Superintendência da Polícia Federal para reanálise, tão logo a SEMSC refaça os termos de ajustes que foram exigidos pela PF para que os Guardas possam se adequar a legislação e passar a portar arma de fogo no exercício da profissão.

De acordo com informações concedidas pelo SINDGUARDA-AL, o processo que foi encaminhado pela prefeitura a Polícia Federal, requerendo o firmamento de convênio visando à autorização para o porte de arma de fogo dos Guardas Municipais de Maceió, foi devolvido pela PF à prefeitura, através de ofício, no dia 18 de novembro de 2013, pelo qual foi exigido que a prefeitura alterasse o termo de convênio mantendo o porte de arma em serviço e com abrangência apenas na capital Maceió, que apresentasse comprovação de que os GMs foram submetidos a curso de formação nos moldes da matriz curricular nacional (PRONASCI), bem como, a comprovação de que no curso de formação foram cumpridos os módulos que tratam sobre a prática de tiro.

Passado um ano da solicitação da Polícia Federal não se viu, ao menos no decorrer desse período, muita movimentação ou mesmo interesse por parte do governo municipal em dar serenidade a esse processo, e enquanto isso, lamentavelmente, os Guardas Municipais continuam de mãos atadas atuando de forma superficial na cidade que apresenta os maiores índices de violência do país.

Com essa nova declaração do prefeito Rui Palmeira, de que o processo será reenviado a Polícia Federal para reanálise dos termos do convênio, espera-se que os Guardas Municipais possam efetivamente dar uma maior e melhor contribuição na segurança da população.
GM NOTÍCIA-AL